Conexões para Inovação

A gente acredita em parcerias para inovar e, assim, ir mais longe

Petrobras Conexões para Inovação seleciona startups que queiram encontrar novas soluções para grandes desafios da indústria de petróleo e gás

Alguns ditados populares afirmam que “a união faz a força” e que "duas cabeças pensam melhor do que uma". E não é que nesse caso o senso comum está correto? A gente também acredita que o espírito colaborativo sempre fez a humanidade ir mais longe. E é isso que queremos estimular. Estamos convocando as mentes mais criativas do país a se juntarem a nós na busca por soluções de desafios tecnológicos reais da indústria através de uma nova fase do Petrobras Conexões para Inovação –Módulo Startups.

“Nossa intenção é buscar junto a essas empresas o desenvolvimento ágil de soluções para superação de nossos desafios, gerando valor para o nosso negócio e, consequentemente, para o ecossistema de inovação de óleo e gás. Estamos em busca de respostas criativas para os inúmeros gargalos da indústria”, afirma o consultor do nosso Centro de Pesquisas e Inovação (Cenpes) e coordenador do Conexões – Módulo Startups, Ricardo Ramos, acrescentando que a capacidade de ousar e de extrapolar o lugar-comum será crucial não só para o sucesso dos projetos, mas também fará a diferença para toda a indústria e, consequentemente, trará benefícios para a sociedade em geral.

Os motivos pelos quais as startups são excelentes parceiras para inovar

Por acompanhar de perto o que está acontecendo no mercado, ter um grande potencial de entrega de valor e rapidez no atendimento, além de, principalmente, ter capacidade de ser flexível e se adaptar às mudanças com agilidade, as startups são parceiras com potencial para enfrentar desafios tecnológicos de diversas naturezas. “As necessidades são muito dinâmicas. A capacidade que as startups têm de adaptar seus modelos de negócios, mudando o rumo das ações rapidamente para resolver um desafio que se transformou de repente, é um grande diferencial do perfil dessas empresas”, explica Ricardo Ramos.


O coordenador do projeto também lembra que os desafios tecnológicos estão presentes em diversas atividades do negócio de óleo e gás, e que cada um conta com necessidades específicas. “Assim, as startups podem nos auxiliar a resolver questões que nos impulsionem a inovar com agilidade e para que possamos nos adaptar e ousar para gerar mais valor para a Companhia”, diz ele.

Sobre o módulo

As inscrições para a segunda edição do Petrobras Conexões para Inovação –Módulo Startups - estão abertas até 28 de junho. São 54 desafios nas áreas de tecnologias digitais, robótica, eficiência energética, catalisadores, corrosão, redução de carbono, modelagem geológica, tecnologias de inspeção e tratamento de água. Serão selecionados os projetos inovadores que apresentem soluções de alto impacto em geração de valor, além da possibilidade de implementação e implantação no curto prazo.
Para saber mais, acesse: petrobr.as/conexoes-para-inovacao

#conexõesparainovação
Compartilhe