Conexões para Inovação

Conexões para a Inovação: Módulo Ignição busca as ideias de jovens estudantes

Alunos de graduação selecionados na nova etapa do programa visitaram nosso Centro de Pesquisas e nossas instalações em Macaé

Imagine encontrar soluções tecnológicas para os desafios da nossa indústria a partir das ideias de universitários de uma geração que já nasceu digital. Essa é a proposta do Módulo Ignição do programa Petrobras Conexões para a Inovação, voltado para o estímulo ao desenvolvimento de soluções tecnológicas digitais para a companhia.  

Neste módulo, em parceria com a PUC-Rio, selecionamos 24 estudantes de diversos cursos de graduação, de diferentes universidades. Os estudantes vão se dividir em oito trios para propor soluções inovadoras e digitais para os desafios da nossa indústria. Serão quatro ciclos de desenvolvimento experimental, cada um com três meses de duração, em que cada grupo vai identificar diferentes problemas e propor soluções viáveis, dentro dos nossos temas propostos. 

Fagulha inicial

Para entender um pouco mais sobre nossa empresa e se preparar melhor para o desafio, o grupo vem assistindo a palestras ministradas por nossos especialistas e realizando visitas a algumas de nossas instalações, como nosso Centro de Pesquisas (Cenpes) e nossa área de Gestão Integrada de Operações Submarinas, em Macaé.  

Na visita ao Cenpes, os jovens assistiram a uma apresentação sobre temas-chave das nossas atividades, como exploração de petróleo, desenvolvimento da produção e refino.  A conversa com os jovens aconteceu no Núcleo de Visualização Colaborativa (NVC), onde, com óculos 3D, eles puderam visitar modelos em realidade virtual de um FPSO, sistemas de produção submarinos e reservatórios de petróleo.  

A visita também incluiu outros espaços, como o Laboratório de Rochas, o Laboratório de Biotecnologia, Plantas Piloto, a Câmara Hiperbárica e o nosso Centro Integrado de Processamento de Dados (CIPD).  
 

Carlos Gama, consultor de Gestão Integrada de Operações Submarinas

Para Carlos Gama, consultor e um dos responsáveis pelo programa, o Módulo Ignição já inova ao se voltar para estudantes de graduação. Ele destaca:

É mais comum a pesquisa e inovação com estudantes de pós-graduação. A colaboração com alunos de graduação nos permitirá testar novos métodos de inovação, com jovens de uma geração que já nasce digital.

Os participantes serão desafiados a utilizar tecnologias digitais como Blockchain, Inteligência Artificial e Internet das Coisas. Eles foram escolhidos por meio de um processo seletivo em que, ao lado da análise de currículo, a criatividade foi um critério fundamental – eles enviaram pequenos vídeos com suas motivações para participar do programa. São 12 moças e 12 rapazes que vêm de cursos tão diversos quanto as engenharias, design, relações internacionais, biologia e geografia, entre outros.  

Gabriella Gomes, estudante de Geografia e Meio Ambiente da PUC-Rio, em visita ao nosso Centro de Pesquisas junto com os estudantes vencedores

O que me motivou a entrar no Ignição foi entender que quero fazer parte do meio científico pensando em tendências e inovações que funcionem no mercado. Acho importante a gente conectar as universidades com as empresas. É muito necessário a gente ver todos aqueles conceitos que aprendemos na academia aplicados na prática. Vejo o programa como uma oportunidade de fazer parte do mercado, entender como ele está hoje, sendo impactado pela tecnologia e a indústria 4.0, comentou Gabriella Gomes

Sobre o Conexões para Inovação

O programa Petrobras Conexões para Inovação reúne iniciativas voltadas à inovação por meio do estímulo ao desenvolvimento de soluções tecnológicas para o setor de petróleo, gás e energia. O primeiro edital, lançado em 2019 em parceria com o Sebrae, visava fomentar o ecossistema de inovação das startups e selecionou sete empresas, entre 261 inscritas. O Módulo Ignição, o segundo da série, foi feito em parceria com a PUC-Rio e é dirigido a universitários, utilizando uma metodologia na qual os alunos devem identificar problemas e buscar soluções dentro de um tema apresentado. Baseia-se na multidisciplinaridade e promove o desenvolvimento de comportamentos esperados do profissional do século XXI. 
 

Conheça os estudantes aprovados no Módulo Ignição

#estudantes #essa-tecnologia-ta-na-petrobras
Compartilhe