Meio Ambiente

A história de Mazinho: o amor pela natureza e a busca pelo conhecimento

Imagem thumb do vídeo

O impulso para começarmos nossa carreira é, muitas vezes, inspirado por um bom exemplo. No caso de Claudemar Santos,mais conhecido como Mazinho, a descoberta de sua vocação surgiu a partir da observação de grandes profissionais da biologia que trabalhavam na região da Praia do Forte (BA), sede do Projeto Tamar.

Mazinho, aos 13 anos de idade, era vendedor de doces e amendoins, e já fascinado pelos animais marinhos, foi incentivado por um tio a se inscrever no Programa Tamarzinhos, uma iniciativa do Projeto voltada para jovens aprendizes. O curso contou com a participação de 80 crianças, das quais apenas 15 seriam selecionadas para continuar no Programa. Selecionado na primeira etapa, o jovem se encantou e entrou de cabeça nos estudos, garantindo a sua vaga. E sua história não terminou por aí: alguns anos depois ele foi contratado para cuidar das tartarugas e de outros animais do Tamar.

Daí em diante, formar-se biólogo — mais do que isso, o primeiro biólogo oriundo do Tamarzinhos — tornou-se o objetivo de Mazinho. Ele relata como, em uma inspiradora busca pelo conhecimento, conseguiu transformar sua vida:

“Eu sei que meus pais não foram biólogos e não tiveram formação acadêmica, por conta das carências de estrutura e, também, de problemas financeiros. Mas eu sabia que tinha todas as ferramentas em mãos pra conseguir. Eu tinha que dar orgulho para as crianças que estão vindo por aí. E, em 2014, eu me formei.”

O amor pela carreira e o trabalho também inspirou seu irmão, Itamar, a seguir a carreira de biólogo, além de ter influenciado na escolha do nome de seu filho: Eduardo Coral.

São histórias incríveis como essa que enriquecem nossas parcerias com projetos ambientais e culturais. E a trajetória do Mazinho já acompanhamos há algum tempo! Neste vídeo, gravado em 2009, ele ainda era Guia do projeto. Confira!

Imagem thumb do vídeo
Compartilhe