Pesquisa e Desenvolvimento

O futuro pela transformação da tecnologia e inovação

Estamos em movimento para sermos mais inovadores com novas tecnologias que trazem resultados mais eficazes.

Os desafios tecnológicos da atividade de produção de petróleo em águas profundas tem demandado capacidade técnica e inovação há mais de 30 anos. Esse é o cenário que envolve nosso Centro de Pesquisa e Desenvolvimento (Cenpes), instalado em uma área total de 300 mil metros quadrados, no Rio de Janeiro. Diariamente cerca de 1.300 pesquisadores circulam por mais de 200 laboratórios, além de plantas experimentais e um Núcleo de Visualização e Colaboração voltado para simulação, interatividade e imersão em diversos processos da indústria de energia.

Vista aérea do nosso Centro de Pesquisas

Essa união de pessoas e máquinas nos posicionou como empresa líder na publicação de patentes junto ao Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI) em 2018. Atualmente, contamos com um total de 930 patentes ativas no Brasil e 1.145 no exterior. Nosso investimento em Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação (PD&I) inclui parcerias tecnológicas com mais de cem universidades e institutos de pesquisa do país. 

O Cenpes desenvolve estudos de ponta para a atividade de exploração, atuando na caracterização de rochas reservatório, em estudos das bacias sedimentares, no suporte à seleção de prospectos exploratórios. Através do emprego das últimas tendências globais em processamento sísmico, contribui para que nosso índice de sucesso em perfuração de poços seja recorde na indústria. 

A transformação digital é uma aliada poderosa nessa jornada. Atualmente, cerca de 27% da carteira de nossos projetos de PD&I incorporam tecnologias digitais, como Big Data, Machine Learning e Inteligência artificial, na busca de soluções tecnológicas para suportar o desenvolvimento dos negócios. 

Inteligência artificial

Quando o Netflix, o Youtube ou o Spotify recomendam filmes de ação, séries de suspense, vídeos de culinária ou um determinado estilo de música, estão sendo usadas técnicas de inteligência artificial. Isso porque existe uma ferramenta que analisa seu comportamento e seus interesses gerando um padrão com as informações dos tipos de conteúdo a que você normalmente assiste. A partir desses modelos, são feitas recomendações na sua página inicial. 

Outro exemplo são as compras on-line. Quando você adquiriu determinado produto (uma geladeira ou um sapato), uma ferramenta analisa seu comportamento de compra e identifica, por meio da análise de certas características ou do uso de determinadas palavras, quais mercadorias poderiam ser do seu interesse. É assim que, de repente, você passa a ver anúncios de eletrodomésticos ou recebe antecipadamente uma informação sobre promoção de calçados.

Nosso desafio é, através da inteligência artificial, analisar imagens de satélites e de câmeras locais e prever, com antecipação, as condições climáticas, as possíveis mudanças meteorológicas ou o comportamento das nuvens. Esses fatores poderiam ser responsáveis pela interrupção ou pela oscilação na produção de energia. Buscamos um sistema que crie modelos e minimize os impactos da intermitência da geração fotovoltaica a partir dessa previsão.

Big data

Coletar e analisar grandes volumes de dados variados em altíssima velocidade: essa é a grande inovação do big data. É por conta desse sistema que você consegue colocar uma palavra em um buscador como o Google e obter, em menos de um segundo, os resultados mais relevantes a partir de uma palavra-chave.

Com big data, queremos aumentar a produção e a segurança operacional. Como? Através de um sistema inteligente de monitoramento e avaliação, em tempo real, do desempenho e da disponibilidade dos sistemas de geração eólicos e solares, identificando rapidamente as causas de paradas, as perdas de desempenho e outras variações. Ou seja, coletando e analisando em alta velocidade os dados enviados pelos sistemas.

Machine learning

A tradução pode ser aprendizado da máquina, ou seja, é a capacidade dos computadores de “aprender” sem terem sido necessariamente programados. Essa técnica já é usada na medicina, pois, a partir de parâmetros clínicos e suas combinações, as máquinas podem detectar evidências que forneçam um diagnóstico de doenças.

Com machine learning queremos antecipar as paradas na operação em sistemas de produção de energia solar ou eólica. Um sistema preditivo contribuirá para o planejamento mais preciso e de menor custo das manutenções preventivas em usinas na busca por um fornecimento de energia elétrica contínuo e estável.

Projeto Petrobras Conexões para Inovação

Parceria com o Sebrae, o projeto tem como objetivo estimular o ecossistema de inovação das startups, pequenas empresas inovadoras e instituições de ciência e tecnologia, promovendo o desenvolvimento de soluções tecnológicas para os negócios de petróleo, gás natural e energia. O primeiro edital prevê o financiamento de até dez projetos, em seis diferentes áreas, com valores que vão de R$ 500 mil a R$ 1,5 milhão, totalizando R$ 10 milhões nessa etapa.

As inscrições estão encerradas e o resultado está previsto para dezembro de 2019

Compartilhe