Meio Ambiente

5 fatos sobre a nossa atuação sustentável que você vai gostar de saber

Junho é um mês importante. Nos dias 5 e 8 celebramos o Dia Mundial do Meio Ambiente e o Dia Mundial dos Oceanos. É um momento para reafirmar nossos compromissos, reconhecer nossa energia transformadora e pensar no que podemos fazer para avançar ainda mais

Cuidar da segurança de nossas operações e desenvolver ações para manter o equilíbrio entre nossas atividades e o mundo que nos abriga é o nosso conceito de responsabilidade ambiental. Com o aperfeiçoamento de produtos e processos e o investimento em projetos de conservação e preservação de ecossistemas, buscamos sempre crescer contribuindo com o desenvolvimento sustentável.


Investimos em pesquisa, para o desenvolvimento de processos e produtos que contribuam para racionalizar o consumo de recursos naturais, buscando diversificar o uso das fontes, entre elas as de energia renovável. Também estimulamos o uso racional de energia e modernizamos nossos processos para aumentar a eficiência energética, reduzindo emissões de gases poluentes.

Dia do Meio Ambiente e Dia dos Oceanos

Veja abaixo 5 fatos curiosos sobre a nossa atuação sustentável que selecionamos pra você.

1.    Contribuímos para a conservação ambientes marinhos

Nossa atuação para conservação dos ambientes marinhos vem de longa data. Fomos pioneiros no país nesse tipo de investimento, ao iniciarmos a parceria com o projeto Tamar, há quase 40 anos. Passamos a atuar na proteção de 52 espécies marinhas, em toda a costa brasileira, com a inclusão de quatro novos projetos escolhidos por meio de seleção pública: Baleia Franca, Budiões, Boto-Cinza e Aves Migratórias do Nordeste. Os projetos patrocinados atuam também em redes, promovendo ações conjuntas e articuladas, como a Rede de Projetos de Biodiversidade Marinha (Biomar). Criada em 2007, a Biomar reúne os projetos Tamar, Baleia Jubarte, Coral Vivo, Golfinho Rotador, Meros do Brasil e Albatroz, atuando em 13 estados e 87 municípios, com pesquisa e conservação de ambientes coralíneos e 24 espécies, a maior parte ameaçada de extinção. Sua atuação vem apresentando resultados muito significativos:


• Mais de 720 trabalhos científicos publicados;
• Aumento de 1000% da população de baleias-jubarte entre 2001 e 2019;
• Saída da baleia-jubarte e do albatroz-de-sobrancelha da lista nacional de espécies ameaçadas, desde 2014;
• Em 40 anos, cerca de 40 milhões de tartarugas marinhas devolvidas ao habitat natural;

2.    Monitoramos mais de 40% do litoral brasileiro

A Petrobras financia o maior programa de monitoramento de praias do mundo, abrangendo mais de 3.000 km de costa. Esta inciativa se dá por meio da articulação de uma rede envolvendo órgãos públicos, empresas especializadas e organizações não-governamentais. Trata-se de uma condicionante ao licenciamento ambiental de projetos de exploração e produção de petróleo e gás natural. Durante o monitoramento, todos os animais vivos encontrados pelas equipes de campo são examinados para verificar se precisam de atendimento veterinário. Quando alcançam boas condições de saúde, são marcados individualmente e devolvidos à natureza, permitindo um acompanhamento, caso o animal reapareça em outra região. Apenas no trecho que abrange o litoral de Saquarema-RJ até Laguna-SC, foram mais de 80 mil animais registrados entre espécies de aves, mamíferos-marinhos e tartarugas, desde agosto de 2015.

3.    Nosso processo produtivo é um dos que menos emite gases de efeito estufa

Somos hoje a 2ª empresa com o menor volume de emissões por barril no processo produtivo de exploração e produção de óleo e gás dentre todas as empresas do setor. Entre 2009 e 2019, reduzimos em mais de 40% o volume de emissões. Assumimos o compromisso de zerar o crescimento absoluto de nossas emissões operacionais até 2025, mesmo acreditando que iremos aumentar nossa produção nesse periodo. E, até 2030, vamos zerar uma das principais fontes de emissão, que é a queima de rotina em flares. Desenvolvemos tecnologias para captura e reinjeção de gás carbônico em campos de petróleo, especialmente no Pré-sal. Também investimentos em pesquisas sobre o tema, em nosso Centro de Pesquisas e por meio de nossa associação à Oil and Gas Climate Initiative (OGCI).

4.    ¾ dos resíduos perigosos gerado em nossas operações são reaproveitados

Em 2019, o gerenciamento adequado dos resíduos gerados em nossos processos produtivos permitiu que 74% da massa dos resíduos perigosos fossem destinados para reuso, reciclagem ou recuperação. Isso equivale a aproximadamente 80 mil toneladas ou 11.000 caminhões de lixo. Além disso, nossos processos de coleta seletiva permitiram alcançar ótimos índices de reciclagem, reúso ou reaproveitamento de madeira (83%), plástico (92%), papel (94%), vidro (75%) e sucatas (100%), contribuindo para prevenir a extração de novos recursos naturais.

5.    Limpeza da Baía da Guanabara

O Projeto Uçá, patrocinado pela Petrobras desde 2012, recolheu 33 toneladas de lixo na Baía de Guanabara, nos últimos cinco anos. Por meio da Operação LimpaOca, uma ação de limpeza engaja pescadores e catadores na retirada de resíduos durante o período de defeso do caranguejo-uçá. Mais de 80% do resíduo colhido da baía é feito de plástico, sendo o isopor, as sacolas plásticas e as garrafas PET os mais encontrados. Além desses, outros resíduos inesperados também foram coletados, como banheiro químico, capacetes de moto, para-choques de carro, pneus, assentos de privada e carcaças de televisão. Esta operação indicou um retorno de R$ 4,55 para cada R$ 1,00 investido, considerando os efeitos da transformação ambiental, social e econômica ocorrida em virtude da implementação do projeto. Realizado pela ONG Guardiões do Mar, o Projeto Uçá tem como objetivo realizar ações de manutenção e monitoramento de manguezais, criar viveiros, reflorestar a área e fazer um trabalho de educação ambiental com a população local. Entre outras atividades, com nosso patrocínio, o projeto já reflorestou em quatro anos mais de 182 mil m² de manguezais, ultrapassando a marca de 61 mil árvores plantadas .

Conheça mais sobre nossa atuação ambiental em: https://petrobras.com.br/pt/sociedade-e-meio-ambiente/meio-ambiente/

#patrocínioambiental #desenvolvimentosustentável
Compartilhe