Link do botão
Ícone do botão Button Label
Ícone de carregamento

Conheça nosso sistema imersivo de pesquisa de campo

Faça chuva ou faça sol, tecnologia contribui com o trabalho dos especialistas

Atualizado em 08/02/2024

Postado em 19/01/2024

Texto copiado!

Realidade virtual parece coisa do século passado... e é mesmo! Ela surgiu na década de 70 e desde os anos 80 é utilizada em jogos como Atari, Sega e Nintendo. Desde então, essa tecnologia de interface evoluiu muito, passando de um simples ambiente virtual em uma tela para uma completa sensação de presença: a chamada imersão.

A realidade virtual tem diferentes aplicações na Petrobras, sendo utilizada inclusive na prospecção do óleo depositado entre as camadas de rochas e segmentos. Caroline Cazarin, geóloga do nosso Centro de Pesquisas, trabalha buscando novas tecnologias e formas de encontrar e retirar esse óleo.

Enquanto alguns geólogos atuam nos laboratórios, outros precisam ir a campo para analisar, repetidamente e em detalhes, uma mesma formação rochosa. Um trabalho exaustivo e muitas vezes arriscado, a depender do local. Mas, para que tantas viagens se temos tecnologia? Caroline explica que, por meio de uma parceria com a Universidade do Vale do Rio dos Sinos e seu laboratório de visualização científica, o VizLab, essas saídas de campo podem ser bastante reduzidas: “Nós desenvolvemos um software de visualização para afloramentos tridimensionais e, assim, podemos virtualizar o que enxergamos em campo”.

Fotografia de montanhas com grupo de profissionais realizando expedição.
Registro de Caroline Cazarin, geóloga, durante uma de suas saídas de campo.

Laboratório virtual

E o que seria exatamente esse programa? “Inicialmente, precisamos ir a campo adquirir as imagens, por meio de um escaneamento completo, por exemplo, ou mesmo fotografias que, ao serem sobrepostas, irão gerar um modelo tridimensional”. Depois deste primeiro – e único – levantamento, os dados de afloramentos como elevações geográficas, por exemplo, são inseridos no sistema e, a partir daí, as análises podem ficar restritas ao ambiente virtual.

“Além de eu visualizar esse afloramento, é possível também acrescentar informações que vão além do que eu estou vendo, por exemplo, o tipo de mineral ou o tipo de porosidade e permeabilidade que essa rocha possui. Então nós conseguimos ter o que chamamos de um laboratório virtual”, explica Caroline.
 

Sistema imersivo e seguro

Mas é só isso? Não! Ainda tem a parte mais legal: o sistema imersivo. Algumas vezes, apesar de já ter os dados sobre as rochas, o geólogo precisa rever alguma informação. “Em vez de ter que viajar novamente, ele pode colocar os óculos 3D dele, dentro do seu escritório ou da sua casa, e revisitar o campo mais uma vez. Não precisamos mais ir lá, para ficar tomando sol na moleira, como a gente fala. Não precisamos tomar chuva”. Além da questão meteorológica, que pode interferir na visita, existe outra bem mais importante: a segurança. A experiência da imersão elimina os riscos de uma escalada ou de uma pesquisa no fundo de uma caverna, por exemplo.

Para saber mais sobre o uso da realidade virtual nesses ambientes, assista aqui à entrevista completa da geóloga Caroline Cazarin no canal Brincando com Ideias.

Notas

Leia também

Link da Notícia 20896
Fotografia de robô da Petrobras que opera em temperaturas de até 120ºC.
Inovação
Onde o homem não chega: conheça o robô que opera em temperaturas de até 120ºC
Artigo
3 min
Link da Notícia 20911
Três colaboradores da Petrobras movendo equipamento submarino em oficina de manutenção.
Inovação
Conheça seis equipamentos submarinos da Petrobras
Artigo
5 min
Link da Notícia 20949
Inovação
Tipos de navio: conheça os principais modelos da Transpetro
Artigo
4 min
Link da Notícia 20962
Robô de inspeção submarino
Inovação
Conheça nosso robô para inspeções em dutos submarinos
Artigo
5 min
Link da Notícia 20975
Foto de parte elétrica de supercomputador.
Inovação
O que são os supercomputadores e quais são os impactos tecnológicos?
Artigo
4 min
Link da Notícia 20987
Tecnologia HISEP da Petrobras
Inovação
Descubra tecnologias que tornam a Petrobras mais sustentável
Artigo
5 min
Link da Notícia 21000
FPSO Anita Garibaldi na Bacia de Santos. Fonte: Agência Petrobras
Inovação
Plataforma FPSO: você sabe o que é e como funciona?
Artigo
4 min
Link da Notícia 21013
Inovação
Inovação aberta é o futuro. Mas você sabe o que é?
Artigo
6 min
Link da Notícia 21025
Programador concentrado programando em linguagem LUA. Ele está olhando para a tela do computador.
Inovação
O que Street Fighter IV, Photoshop, o Angry Birds e a Petrobras tem em comum?
Artigo
3 min




Canais

Acessibilidade

Faça uma busca:

Buscar

Sugestões de busca

Link de exemplo
Ícone do botão /documents/d/nossa-energia/chevronright-svg?download=true Exibir mais resultados
Ícone de carregamento

Mais pesquisados

Preço dos combustíveis

Pré-Sal

Time Petrobras

Escolha um Canal:

Acessibilidade

Alto-Contraste

Desligado

Ligado

Texto Grande

Desligado

Ligado

Idioma:

Selecione um idioma: