Link do botão
Ícone do botão Button Label
Ícone de carregamento

Plataforma FPSO: você sabe o que é e como funciona?

Descubra o significado de FPSO, como funciona e veja também a importância dessa plataforma para impulsionar uma transição energética justa.

Atualizado em 09/02/2024

Postado em 26/12/2023

Texto copiado!

Os FPSOs são os sistemas definitivos de produção de óleo, essenciais para a extração de petróleo no pré-sal. Descubra o porquê! 

Somos pioneiros no uso de FPSOs para exploração e produção de petróleo, que ajudam a construir uma verdadeira trajetória de excelência técnica e operacional. 

Mas o que é um FPSO, afinal de contas? E como ele funciona? Venha descobrir!

Começando pelo nome: qual é o significado de FPSO?

FPSO é a sigla em inglês para Floating Production Storage and Offloading. Traduzindo o nome, já é possível entender qual é a finalidade desse tipo de navio: o FPSO é um navio-plataforma que pode produzir, armazenar e transferir petróleo e gás.

Por não exigirem a instalação de infraestrutura de oleodutos e terem a capacidade de armazenar petróleo, os FPSOs se tornaram a alternativa mais eficiente para a Petrobras e transformaram o mercado de óleo no mundo inteiro.

Conheça mais sobre a estrutura de uma de nossas plataformas:

A plataforma FPSO P-58, da Petrobras, é capaz de produzir até 180 mil barris de petróleo por dia.
Plataforma FPSO P-58, da Petrobras, em números.

Resumidamente, como funcionam a produção e o armazenamento de petróleo e gás em um FPSO?

Da produção à transferência do petróleo e do gás natural, o FPSO cumpre um papel importante na nossa jornada da energia. Inicialmente, é instalada uma planta de processo no convés da plataforma para separar e tratar os fluidos produzidos pelos poços.

O petróleo produzido é, então, armazenado nos tanques do próprio navio FPSO. Depois de um certo tempo, esse petróleo é transferido para um navio aliviador, que faz o transporte dele para um terminal terrestre. Já o gás comprimido é enviado para a terra por meio de gasodutos e/ou é reinjetado no reservatório.

Mas isso é um resumo de tudo o que acontece por lá, claro. Quer saber um pouco mais sobre o nosso dia a dia em uma unidade flutuante? Embarque com a gente!

 

Quer saber também o que acontece quando a operação de uma plataforma chega ao fim? Temos soluções seguras e tecnológicas para isso também!

Veja mais sobre descomissionamento de plataformas.

Qual foi a primeira plataforma FPSO da Petrobras?

O nome FPSO só foi oficializado em 1992, mas essas plataformas flutuantes já faziam parte da nossa trajetória muito antes disso, ainda na década de 1980. Para falar a verdade, o primeiro FPSO da Petrobras, a plataforma PP-Moraes, foi adaptado para produzir, armazenar e transferir petróleo no final da década de 1970.

Foto em preto e branco da plataforma FPSO PP-Moraes em Garoupa, antes de ser renomeada para P-34.
Plataforma FPSO PP-Moraes em Garoupa, antes de ser renomeada para P-34.


Mas foi somente no começo dos anos 1980 que suas operações foram iniciadas, no campo de Garoupa, na Bacia de Campos. Depois de produzir também nos campos de Albacora e Barracuda, na década de 1990, o PP-Moraes foi renomeado para P-34, tendo sido a primeira plataforma do mundo a produzir na camada do pré-sal, em 2008!

Como a Petrobras está usando FPSOs para viabilizar uma transição energética justa?

Somos a maior operadora de FPSOs da indústria mundial e detemos a maior expertise nesse segmento. E nossa operação não está apenas entre as mais eficientes do mundo, mas também é uma das mais sustentáveis. Afinal, nossas plataformas FPSO são usadas para explorar e produzir o petróleo do pré-sal, que emite até 70% menos CO2 equivalente por barril do que a média mundial!

Além disso, essas unidades são equipadas com tecnologias pioneiras, que reduzem ainda mais as emissões de carbono. Entre elas, está o HISEP®, que, após autoconsumo, reinjeta toda a produção de gás com 45% de teor de CO2 no reservatório.
E essas são apenas algumas das inovações que estamos desenvolvendo e utilizando para liderar a transição energética justa e sustentável. Continue nessa jornada e descubra como estamos transformando nossa energia com tecnologias e projetos sustentáveis e produtos de baixo carbono.

Conheça mais iniciativas sustentáveis da Petrobras.

Notas

Leia também

Link da Notícia 05807
Fotografia de robô da Petrobras que opera em temperaturas de até 120ºC.
Inovação
Onde o homem não chega: conheça o robô que opera em temperaturas de até 120ºC
Artigo
3 min
Link da Notícia 05823
Três colaboradores da Petrobras movendo equipamento submarino em oficina de manutenção.
Inovação
Conheça seis equipamentos submarinos da Petrobras
Artigo
5 min
Link da Notícia 05839
Inovação
Tipos de navio: conheça os principais modelos da Transpetro
Artigo
4 min
Link da Notícia 05849
Robô de inspeção submarino
Inovação
Conheça nosso robô para inspeções em dutos submarinos
Artigo
5 min
Link da Notícia 05858
Foto de parte elétrica de supercomputador.
Inovação
O que são os supercomputadores e quais são os impactos tecnológicos?
Artigo
4 min
Link da Notícia 05873
Tecnologia HISEP da Petrobras
Inovação
Descubra tecnologias que tornam a Petrobras mais sustentável
Artigo
5 min
Link da Notícia 05882
Inovação
Inovação aberta é o futuro. Mas você sabe o que é?
Artigo
6 min
Link da Notícia 05894
Programador concentrado programando em linguagem LUA. Ele está olhando para a tela do computador.
Inovação
O que Street Fighter IV, Photoshop, o Angry Birds e a Petrobras tem em comum?
Artigo
3 min




Canais

Acessibilidade

Faça uma busca:

Buscar

Sugestões de busca

Link de exemplo
Ícone do botão /documents/d/nossa-energia/chevronright-svg?download=true Exibir mais resultados
Ícone de carregamento

Mais pesquisados

Preço dos combustíveis

Pré-Sal

Time Petrobras

Escolha um Canal:

Acessibilidade

Alto-Contraste

Desligado

Ligado

Texto Grande

Desligado

Ligado

Idioma:

Selecione um idioma: